Escolha uma Página

Tempo de leitura: 4 minutos

Ao repensar todo ano de 2020, é comum imaginar que planejar uma empresa para exatos 12 meses é uma atitude equivocada, tendo em mente as oscilações e imprevistos que podem surgir futuramente.

Mesmo sem ter o poder de vislumbrar o futuro com precisão, fazer o planejamento estratégico de 2021 é ter em mãos um guia de tomada de decisão para o seu negócio enfrentar o esperado e o não calculado! Confira a seguir algumas dicas essenciais para planejar a retomada deste novo ano.

Segundo a Secretaria de Política Econômica (SPE), o Ministério da Economia acredita que o crescimento econômico do ano que vem ficará acima de 3%. Após diversas empresas terem que demitir colaboradores e muitas outras adiarem a contratação de novos funcionários, porcentagens como a relatada indicam otimismo para o mercado financeiro e ânimo para planejar-se pensando grande!

De acordo com países que já retomaram suas atividades, a tendência mundial é a de incentivos. Pensando nisso, os planejamentos devem se orientar pela motivação de equipes e programas com ênfase ao reconhecimento dos seu principal ativo: seu time e parceiros!

Claramente será necessário uma revisão de metas e indicadores de desempenho, devido as baixas deste ano que se passou. Deve-se reforçar a motivação e afeto, com uma comunicação efetiva para cada geração que engloba sua equipe (millenials, boomers, geração x, etc.). O foco é o reforço dos vínculos e na confiança de futuro, com principalmente, quem estave ao seu lado durante a crise.

Um passo essencial de um bom líder em 2021 será a interação total aos sistemas digitais. A partir de uma distância social que surpreendeu a todos, o “novo normal” certamente inclui a dedicação às lives, videoconferências, softwares de gestão e todos as vias do trabalho remoto.

Outro fator de destaque, que deve estar na agenda anual será a estratégia de acolhimento na volta de pessoas aos negócios, como a recuperação de clientes e parceiros que foram afastados.

E ainda, na definição de objetivos, táticas, métodos de controle e manutenção deste plano, lembre-se de incluir um envolvimento de todas as áreas, e não apenas a área comercial!

Já aplicava alguma dessas dicas em seu planejamento anual? Conte aqui nos comentários e conta pra gente o que você achou do artigo!